A importância de brincar para o desenvolvimento infantil


Durante muito tempo uma concepção teórica afirmava que as crianças pequenas não se relacionavam com o mundo a sua volta, nem mesmo produziam cultura. Porém no final do século 19, os estudiosos Henri Wallon, Jean Piaget e Lev Vygotsky concluíram que parte da comunicação das crianças se dá por meio das brincadeiras e também é através do ato de brincar que elas se expressam culturalmente.

Wallon, psicólogo e filósofo francês descobriu que a aprendizagem infantil não depende apenas do ensino de conteúdos: para que ela ocorra, é necessário afeto e movimento. Dessa forma, é importante deixar os pequenos livres, para que sejam capazes de fazerem descobertas.


Enquanto isso, o biólogo Piaget descobriu que crianças menores fazem descobertas através de experimentações e movimentos repetitivos e as crianças maiores, que já entendem a mecânica das brincadeiras, buscam traçar regras comuns para que o ato de brincar seja compartilhado com as outras crianças a sua volta.