Dicas para lidar com a cólica em recém-nascidos



As cólicas costumam assustar muito aos pais de primeira viagem, já que no início é difícil identifica-la e saber a maneira certa de lidar com ela - a grande causadora de desconforto nos recém-nascidos.

Em média 20% dos bebês apresentam cólicas e ela não faz distinção: pode aparecer tanto em meninos quanto meninas, em crianças amamentadas no peito ou na mamadeira. A realidade é que ainda não se sabe o porquê de algumas crianças serem mais predispostas que outras. Uma das hipóteses mais sólidas é de que o sistema digestivo do bebê ainda é imaturo e por isso, a barriga pode doer como reação a algumas substâncias encontradas no leite. O que se pode fazer, até então, é tentar entender o choro da cólica e aprender a lidar com o problema.

Se o seu bebê tem menos de 5 meses, crises de choro intensas, encolhe as perninhas e arqueia as costas para trás enquanto chora, há boas chances de se tratar de cólica. Geralmente, ela ataca no fim da tarde e à noite. Mas a boa notícia é que o problema não é grave e costuma melhorar bastante entre o terceiro e quarto mês após o parto.

Existem algumas estratégias para evitar as cólicas e também tranquilizar o bebê: