Lábios leporinos x fenda palatina



Durante a gestação pode acontecer da boca e nariz do bebê não se unirem adequadamente, dando origem ao lábio leporino, que pode ser uma pequena fenda no lábio superior ou a total separação do lábio até o nariz. Já a fenda palatina ocorre quando o céu da boca não se fecha completamente e também pode apresentar diferentes graus de intensidade.

Alguns estudos indicam que o lábio leporino e fenda palatina são hereditários. Além disso, se a futura mãe beber, fumar ou apresentar obesidade, os riscos da criança nascer com alguma dessas condições também são altos. Alguns remédios também podem contribuir. Por isso, quando descobrir a gravidez, informe o seu médico de todos os medicamentos e tratamentos, para que ele possa verificar a real necessidade.

Geralmente, o tratamento para os lábios leporinos é cirúrgico e acontece nos primeiros dias de vida do bebê. A amamentação pós-cirúrgica é recomendada para que a criança aproveite os benefícios do aleitamento materno. Já no caso da fenda palatina, a cirurgia de reconstrução é indicada por volta de um ano, visto que envolve uma estrutura óssea que não deve ser mexida tão cedo.