Malefícios do BPA para as crianças


Muito se ouve falar sobre o Bisfenol A, composto químico orgânico utilizado na produção de diversos utensílios de plástico e que representa um enorme perigo não só para os pequenos, mas também para os adultos.

O Bisfenol A, também conhecido como BPA, é uma substância que se decompõe e passa para o alimento quando aquecido. Quando se junta à corrente sanguínea, o BPA comporta-se como um novo hormônio, podendo causar graves disfunções no organismo, como problemas endócrinos e alterações hormonais.


As crianças, que possuem o sistema imunológico mais sensibilizado, são as maiores vítimas da substância. Por isso, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), não recomenda o uso de utensílios com BPA. No Brasil, a importação e fabricação de mamadeiras com Bisfenol A está proibida desde janeiro de 2012. Por isso, todos os produtos da linha de alimentação da Munchkin são livres da substância.

Apesar de todo o cuidado com os acessórios de alimentação de seu filho, vale a pena ficar atento ao que é comprado nos supermercados, pois muitas embalagens contem o Bisfenol.

- O BPA pode ser facilmente identificado em embalagens: o símbolo da reciclagem com o numero 7 no interior e as letras PC indicam a presença da substância em embalagens plásticas. Por isso, leia atentamente a embalagem dos alimentos industrializados e evite comprar as que forem revestidas de BPA.