Distúrbios alimentares na gestação



Segundo estudo realizado pela Universidade College London, na Inglaterra, uma em cada 14 mulheres apresenta algum distúrbio alimentar nos primeiros três meses de gestação. Um quarto delas se mostra extremamente preocupada com o peso e forma física e 2% apresentam comportamentos indevidos, como jejum e exercícios em excesso. Algumas chegam até mesmo a induzir o vômito e usar laxantes.


Sabemos que não se deve ganhar muito peso durante a gestação, pois pode ser prejudicial à mãe e ao bebê. Mas o contrário também não é recomendado: quando a mãe ganha pouco peso (juntamente à pressão da família e da mídia por um corpo perfeito mesmo na gravidez), pode ocorrer o desenvolvimento da pregorexia, uma síndrome para não ganharem peso durante a gestação. Em geral, mulheres com peso normal devem ganhar entre 10 e 14kg durante a gestação; mulheres acima do peso devem ganhar entre 7 e 10kg e mulheres abaixo do peso, entre 11 e 16kg.


Alguns sintomas da pregorexia são:

- Preocupação excessiva com as calorias dos alimentos que irá consumir;

- Comer isolada da família e pular refeições importantes;

- Exagerar na quantidade de exercícios físicos;

- Utilização de laxantes e vômitos induzidos.


O risco de pregorexia é maior em mulheres que tem histórico de distúrbios alimentares, como a anorexia e bulimia ou entre aquelas que não tem apoio social, familiar ou médico durante a gestação. Por isso, o suporte emocional à gestante é de total importância. A falta de apoio, pode inclusive, acarretar a depressão pós-parto.


Fique de olho no blog, pois nós da Munchkin queremos estar sempre presentes nos momentos que fazem a relação entre os pais e o bebê ser cada vez mais intensa. Para a Munchkin, detalhes fazem diferença.

Fontes: Minha Vida | Terra Saúde

#distúrbio #síndrome #pregorexia #gestação

30 visualizações

© 2020 Munchkin - Sylink Baby Products. Importadora e distribuidora dos produtos Munchkin no Brasil.