O relacionamento entre mãe e bebê


Você sabia que a relação entre mãe e bebê começa muito antes do nascimento? É dentro do útero materno que o vínculo começa a se estabelecer. Essa relação é de importância vital para o feto, pois ele precisa se sentir amado e desejado, o que favorece o desenvolvimento saudável.


Nos três primeiros meses de gestação, as mensagens enviadas pela mãe, muitas das vezes são incompreendidas pelo bebê. Dessa forma, a formação do vínculo mãe e bebê não é automática, tão pouco imediata: o vínculo é estabelecido com o tempo, através de compreensão e amor.


A medida em que os meses de gestação vão passando, o bebê começa a dar significado às emoções e sentimentos maternos. É nesse período que a sua personalidade começa a ser formada, o que ocorre por volta do terceiro trimestre de gestação. No final da gravidez, a ansiedade da mamãe em ver o rostinho de seu filho é benéfica, pois o bebê se sente amado e protegido.


A relação entre mãe e bebê ainda na gestação é tão intensa que o feto consegue captar todas as emoções maternas: o sentimento de medo e incerteza da mãe provocam no bebê reações mais fortes, enquanto a alegria e felicidade, por não alterarem o ambiente intrauterino, mantem os movimentos do bebê suaves e harmoniosos.


Após o nascimento, a relação entre mãe e bebê é a primeira forma de socialização que o seu filho irá conhecer, e por isso, tem impacto ao longo de toda vida, permitindo o desenvolvimento de uma segurança física e emocional.


A Munchkin reconhece o esforço de todas as mulheres no cuidado e afeto com os seus bebês. Por isso, desejamos a vocês, um feliz dia internacional da mulher.

Fonte: Guia do Bebê

#vínculo #afeto #desenvolvimento #diadamulher #mamãe #bebê

36 visualizações

© 2020 Munchkin - Sylink Baby Products. Importadora e distribuidora dos produtos Munchkin no Brasil.