As doenças mais comuns na infância



Informação muito importante aos pais de primeira viagem: é praticamente impossível a criança atravessar a infância sem sofrer com alguma crise alérgica, dor de garganta, dor de ouvido ou outras doenças típicas dessa fase. Dentro do útero, o bebê não entra em contato com vírus e bactérias. É apenas fora da barriga da mãe que o organismo do bebê vai conhecer esses agentes. Na tentativa de se fortalecer, a imunidade da criança também pode agir de forma exagerada a fatores inofensivos, como pólen das flores e alimentos, desencadeando uma alergia que se manifesta geralmente no sistema respiratório ou na pele.

A amamentação é uma das principais contribuições que você pode dar à saúde do seu filho: por meio do leite, a mãe transfere substâncias que atuam como anticorpos no organismo da criança. Por isso o aleitamento deve ser exclusivo nos primeiros 6 meses de vida e complementar até os 2 anos. Além disso, uma introdução alimentar com frutas, hortaliças, carnes e leguminosas garante energia, vitamina e minerais à criança.

Mas apesar de todo o cuidado disposto, é normal que um problema ou outro surja de vez em quando. Saiba quais são os principais problemas de saúde que acometem os pequenos.