top of page

Diabetes na infância: entenda o que é e como identificar essa doença


Mãos adultas seguram mão de uma criança para medição de glicemia

A diabetes é uma doença crônica relacionada ao não emprego adequado da insulina, responsável por controlar a quantidade de glicose no sangue, no organismo. Ela pode ocorrer pessoas de qualquer idade e neste texto vamos falar sobre diabetes tipos 1 e 2 e como elas ocorrem em crianças.


Segundo a endocrinologista pediátrica Dra. Paula Zaidan (CRM 58141), a diabetes tipo 1, mais comum em crianças, é uma doença autoimune causada pela ação de anticorpos em células beta pancreáticas.


“A célula beta produz a insulina do nosso corpo e quando os anticorpos a atacam, causa-se um processo inflamatório que acaba inativando sua função e o paciente perde a capacidade de produzir insulina”, explica.


Já a diabetes tipo 2 está relacionada a questões metabólicas, tendo como fatores de risco a má alimentação, obesidade e fatores genéticos. Ainda de acordo com Dra. Paula Zaidan, esse é um tipo de diabetes que pode ser prevenido.


Entre os principais sintomas de diabetes estão o aumento da vontade de urinar, aumento na sede, aspecto cansado e emagrecimento. É importante observar os hábitos das crianças e ao sinal de qualquer alteração procurar orientação médica.


Como geralmente os sintomas são visíveis apenas quando o quadro está avançado, a prevenção, no caso da diabetes tipo 2, é fundamental. “Geralmente quando surgem esses sintomas a diabetes já está descompensada. É muito difícil fazer um diagnóstico muito precoce”, completa a endocrinologista pediátrica.


De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, essa é uma doença que não tem cura, mas é possível ter uma vida normal lidando com ela. Para isso é fundamental ter hábitos saudáveis.


“O paciente que tem diabetes não é proibido de comer açúcar. Ele precisa ter uma rotina alimentar saudável e aprender a como consumir alimentos que têm açúcar”, finaliza Dra. Paula Zaidan.


Fique de olho no blog, pois nós da Munchkin queremos estar sempre presentes nos momentos que fazem a relação entre os pais e o bebê ser cada vez mais intensa. Para a Munchkin, detalhes fazem diferença.


Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes


7 visualizações
bottom of page