top of page

Endocrinologista pediátrica dá dicas de como começar a introdução alimentar


Criança sorrindo e sendo alimentada

Após os seis meses em que o leite materno é o único alimento recomendado para os bebês, exceto em casos de recomendação médica, chega o momento da introdução alimentar. Essa é uma hora de ansiedade e dúvidas para os pais. Para te ajudar, conversamos com a Endocrinologista Pediátrica Dra. Paula Zaidan, que deixou algumas orientações para esse momento. Ver.


“A gente tem duas formas de começar. Oferecendo frutas ou alimentos salgados. Antigamente se usava as papinhas, mas hoje não é mais recomendado. Oferecemos os alimentos em natura, de maneira mais acessível, macios ou amassados para a criança saborear o alimento”, explica a endocrinologista pediátrica.


Como no começo da introdução alimentar, a quantidade de alimento ingerido pelos bebês é pequena, é necessário continuar com o aleitamento.


“A alimentação é só um complemento e o aleitamento ainda vai ser a maior fonte nutricional das crianças”, completa Zaidan.


O processo de conhecer os alimentos é importante para que as crianças se familiarizem com as comidas, por isso é indicado que o bebê tenha acesso a cor, cheiro e paladar para diminuir possibilidades de criar seletividade alimentar no futuro.


A quantidade dos alimentos devem ser aumentados gradativamente, como explica Dra. Paula. “Por volta do sétimo mês a alimentação passa a ser oferecida duas vezes por dia, no almoço e no jantar. No meio da manhã e no meio da tarde, oferecemos frutas”.


Em relação ao tempero, o ideal é que os alimentos estejam o mais próximo ao natural possível. A orientação é optar por ingredientes como cebola, alho, cebolinha e manjericão, evitando sal.


“Açúcares jamais. Só após os dois anos de vida que vamos acrescentar açúcar aos alimentos. Vamos aproveitar o açúcar natural dos alimentos o máximo possível”, finaliza a endocrinologista pediátrica.


Fique de olho no blog, pois nós da Munchkin queremos estar sempre presentes nos momentos que fazem a relação entre os pais e o bebê ser cada vez mais intensa. Para a Munchkin, detalhes fazem diferença.

28 visualizações

Yorumlar


bottom of page