top of page

Poliomielite: Por que a doença, depois de erradicada, pode voltar?


Jovem sentado em uma cadeira de rodas

A Poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada pelo polivírus, provocando a paralisia dos membros inferiores. Isso porque, o vírus ataca as células da medula espinhal, levando à perda de massa muscular e à paralisia.


De acordo com o Ministério da Saúde, a doença foi erradicada do país desde o ano de 1994, porém, devido à baixa cobertura vacinal, ela pode voltar, já que o vírus não deixou de existir. "Todos nós sabemos o que precisamos fazer para não termos mais a doença no Brasil. É inaceitável que crianças sofram por doenças que são evitáveis por vacinas e vacinas tão antigas como a da poliomielite”, destaca Marcelo Queiroga, atual ministro da saúde.


A única forma de proteção contra a paralisia infantil é a vacina. A conhecida "vacina da gotinha", a VOP, Vacina Oral Poliomielite, é a ofertada na campanha nacional, que começou em agosto e tinha prazo para terminar em setembro. Porém, a maioria das cidades brasileiras, com o intuito de aumentar a imunização, prorrogou o prazo para todo o mês de outubro.


Crianças de até 5 anos, devem ser levadas ao posto de saúde mais próximo para receber a dose do imunizante. Apesar dos prazos da campanha, todas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, incluindo a VIP, Vacina Inativada Poliomielite, ofertada no primeiro ano de vida, estão disponíveis durante todo o ano nos postos de saúde brasileiros.


Portanto, caso o seu filho ou filha ainda não tenha se vacinado, procure um local de vacinação perto de sua casa. Para Munchkin e para a saúde de todos, detalhes fazem diferença.


19 visualizações

Comments


bottom of page