Como conciliar trabalho e maternidade



Cada vez mais inseridas e dedicadas ao mercado de trabalho, muitas mulheres adiam o sonho da maternidade, pois encontrar o equilíbrio entre ser mãe e profissional nem sempre é uma tarefa fácil. Mas a Munchkin tem algumas dicas que podem auxiliar quem deseja fazer uma encomenda à cegonha.

1) Planeje a gravidez: uma das maneiras mais eficientes de evitar conflitos no local de trabalho é planejar a gravidez e avisar a empresa com antecedência. Dessa forma, tanto você quanto o setor de recursos humanos tem tempo hábil para providenciar e treinar outra pessoa para seu cargo durante a licença-maternidade.

2) Nada de culpa: de acordo com pesquisa realizada pelo IBOPE Mídia, 67% das mães que trabalham gostariam de dedicar mais tempo aos filhos. As mulheres em geral tendem a se sentir inseguras ao deixar o bebê para voltar à rotina do trabalho. Nesse caso, o apoio da família e do companheiro ajudam muito. Não sinta pressa de retornar ao trabalho, pois a lei garante de quatro a seis meses de licença-maternidade.